voltar à programação

Sinopse

História de Gisberta, transexual brasileira que foi torturada e assassinada em Portugal e tornou-se símbolo da luta contra a transfobia, criando um espaço de reflexão sobre gênero e identidade.

Sobre a criação

Luis Lobianco se junta a artistas que sempre tiveram seus trabalhos aliados a questões sociais e políticas, para se debruçar sobre uma história real.

Em 2016, o assassinato da brasileira Gisberta completou 10 anos. Nesse período, o caso ganhou destaque nas discussões sobre a transfobia e Gisberta tornou-se ícone na luta por conscientização em Portugal.

A partir do método colaborativo de construção cênica, esta criação traça um paralelo entre drama e humor, com citações políticas sobre o nosso tempo e o desenvolvimento do pensamento LGBTQ no Brasil e em Portugal nos últimos tempos.  Real e ficcional, bebendo em fontes do “teatro documental”, onde realidade e ficção se misturam, o roteiro toma como base as entrevistas com familiares de Gisberta, feitas pelo próprio Luis Lobianco, depoimentos de amigos e conhecidos, além de matérias de jornal e do próprio processo judicial.

A intenção deste projeto é dar luz a história de Gisberta e através dela falar de tantas outras.

Sobre o artista

Luis Lobianco atualmente faz parte do coletivo de humor PORTA DOS FUNDOS e dos espetáculos PORTÁTIL e BURACO DA LACRAIA CABARÉ ON ICE, dos quais também é criador junto com outros artistas. No teatro já trabalhou com diretores como Henrique Tavares, Aderbal Freire-Filho, Leandro Muniz, Marcelo Saback, Rui Faria, Adriano Garib, Moacyr Chaves, entre outros.

Serviço

Casa Quintal de Artes Cênicas
Endereço: Rua Silvio Romero, 36 – Santa Teresa
Data: 06 de dezembro
Horário: 16h
Duração: 60 minutos
Capacidade: 30 lugares – distribuição de senhas, 60 minutos antes

Equipe de Criação

Com: Luis Lobianco
Direção: Renato Carrera
Dramaturgia: Rafael Souza-Ribeiro
Direção de Produção: Cláudia Marques
Cenário: Mina Quental
Figurino: Gilda Midani
Direção de Movimento: Marcia Rubin
Iluminação: Renato Machado
Trilha Sonora : Lúcio Zandonadi
Preparação Vocal : Simone Mazzer